Abertas inscrições para o Curso de Aperfeiçoamento de Professores de Música

Até o dia 20 de fevereiro, encontram-se abertas as inscrições para o Curso de Aperfeiçoamento “Toque e se Toque “ – CATS- direcionado a professores de música do ensino fundamental e médio  das escolas públicas municipal, estadual ou federal.

As inscrições para as 20 vagas disponíveis serão efetuadas no Centro da Música Carioca Arthur da Távola, rua Conde de Bonfim, 824,  de 10h às 17h , com Vanessa ou Rose.  Mais informações podem ser obtidas através dos telefones 3238 3831 ou 3238-8080

 

O curso é uma proposta de formação continuada, gratuito, e com duração de 2 anos (300 horas distribuídas em 04 semestres). As ações desenvolvidas serão realizadas aos sábados, das 9h às 14h, em horários sequencialmente organizados, no Centro da Música Carioca.

O critério de seleção será entrevista e sorteio, que será realizado no dia 29 de fevereiro de 2020, sábado, as 9h. As aulas têm início no dia  07 de março de 2020.

 

CATS

O Curso de Aperfeiçoamento“Toque e Se Toque”  – CATS – tem como objetivo compartilhar práticas de ensino e aprendizagem da música popular brasileira . usando a Canção Brasileira como recurso para conteúdos relacionados ao estudo sistemático da música. Serão utilizados os instrumentos: canto, cavaquinho, flauta doce, percussão, violão e ukulelê .

O Curso é uma realização do Colégio de Aplicação da UFRJ e da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura/Centro da Música Carioca Artur da Távola.

Os alunos do curso CATS acompanharão os participantes do Projeto “Toque… e se toque!” em 5 módulos simultâneos: (1) Prática de Conjunto, (2) Musicalização, (3) Prática de Instrumento, (4) Orientação e Acompanhamento, (5) Produção e execução de arranjos próprios e Estágio Supervisionado. O trabalho de conclusão de curso (TCC) poderá ter o formato de Memorial ou Relatos de Experiências e a produção de um arranjo simples para uso em sala de aula e o Certificado de Conclusão será conferido ao aluno que obtiver 80% de frequência e grau igual ou superior a 70%, emitidos pela UFRJ.

 

SERVIÇO

Curso de Aperfeiçoamento “Toque… e se toque”!    CATST 2019

Público-Alvo:  Professores de Música da Rede Pública de Ensino.

Práticas de Ensino em Música Popular Brasileira: canto, cavaquinho, flauta doce, percussão, violão e ukulele

Horário: Sábados, de 9h às 14h.      Duração: 2 anos.

Local: Centro da Música Carioca Artur da Távola

Endereço: rua Conde de Bonfim, 824. Telefones 3238 3831

Inscrições: 01 de fevereiro até o dia 20 de fevereiro de 2020, de 10h às 17h com Vanessa ou Rose.

Universidade Federal do Rio de Janeiro – Colégio de Aplicação da UFRJ – Centro da Música Carioca Artur da Távola

TOQUE E SE TOQUE ABRE INSCRIÇÕES PARA NOVOS ALUNOS

Estão abertas inscrições para o Projeto Toque e se Toque, até o próximo dia 20 de fevereiro.

Serão oferecidas oficinas de Canto Coral, Cavaquinho, Flauta Doce, Percussão, Violão e Ukulelê para jovens e adultos.

Também Iniciação Musical para crianças a partir de 09 anos, com ênfase no Canto e na Flauta Doce.

Local das Inscrições: Centro da Música Carioca – Rua Conde de Bonfim, 824

Horário: 10H às 17H, com Vanessa ou Rose.

Mais informações: Telefones  3238-3831 ou 3238-3880

REUNIÃO

No dia 29 de fevereiro, às 10h, será realizada uma reunião sobre o curso e, se necessário,  um  sorteio para as vagas oferecidas.  Ressaltamos que é imprescindível a presença do candidato ou de seu representante.

No caso das crianças inscritas, somente os pais deverão comparecer.

OFICINAS E VAGAS *

CANTO INICIANTE 40 VAGAS Para quem na tem nenhum conhecimento musical
CAVAQUINHO INICIANTE 10 VAGAS Para quem na tem nenhum conhecimento musical
FLAUTA DOCE INICIANTE 15 VAGAS Para quem na tem nenhum conhecimento musical
PERCUSSÃO INICIANTE 20 VAGAS Para quem na tem nenhum conhecimento musical
VIOLÃO INICIANTE 25 VAGAS Para quem na tem nenhum conhecimento musical
UKULELÊ INICIANTE 10 VAGAS Para quem na tem nenhum conhecimento musical
INICIAÇÃO MUSICAL (a partir de 9 anos) 20 VAGAS Para crianças que não tenham  nenhum conhecimento em flauta doce

 

Atenção Para os candidatos que já possuem algum conhecimento musical, o número de  vagas será divulgado no dia da reunião/sorteio. (29/02/2020).

ORQUESTOK PARTICIPA DE EVENTO DA ASSOCIAÇÃO CRIANÇAS DO BRASIL

A Orquestok participou no sábado, 04 de janeiro, do evento de confraternização de final e início do ano da ONG suíça “Associação Crianças do Brasil”, que reuniu crianças e familiares beneficiadas  em projetos de educação.

Sob o olhar atento das crianças que participavam da festa, a maestrina Maria Alice Ramos Sena regeu  cerca de 50 integrantes  do Projeto Toque e se Toque , que interpretaram canções da MPB , além da canção erudita,  Trenzinho do Caipira, de  Heitor Villa Lobos.

Banho de piscina, música, sorteio de brinquedos e um churrasco fizeram a alegria da garotada, realizado no Espaço Casa 101, na Rua Jacinto Alcides, em Bangu, zona oeste do Rio.  

A confraternização contou também com as presenças ilustres do cônsul geral da Suiça no Rio, Rudolf Wyss, do fotógrafo fundador e provedor da ONG, Onorio Mansutti, da diretora-presidente da Associação no Brasil, Bianca d`Alverga, e de um dos mais importantes fotógrafos do país, Evandro  Teixeira.

Para Alice Ramos Sena  começar o ano fazendo parte das  festividades da Associação Crianças do Brasil , que realiza um trabalho bastante relevante, foi uma grande honra.  “Ficamos bem felizes pela receptividade de todos”, concluiu.

A ONG

A ONG suíça , fundada em1989, tem como  finalidade  ajudar crianças carentes a terem condições de estudo, matriculadas do ensino básico até o ensino médio, com idade  a partir dos quatro anos. 

Fundada pelo fotógrafo italano Onorio Mansutti, residente na suíça, a ONG dá suporte atualmente a 220 crianças de diversos bairros do Rio. De acordo com a diretora-presidente, Bianca d`Alverga,  a Associação vem alcançando resultados bem positivos. “Muitas  das crianças que passaram pela ONG estão conquistando espaço no mercado de trabalho.  Um dos exemplos é do menino Marcelo de Almeida,  o primeiro aluno a ser beneficiado pela Organização, e se tornou piloto da Companhia Aérea TAM”, finalizou.

Orquestok em concerto!

A Orquestok fechou o ano de 2019 com duas apresentações , realizados no teatro do Centro da Música Carioca, na Tijuca, ambos com renda destinada à campanha de financiamento do Projeto Toque e se Toque.

O repertório composto de  clássicos e novas composições da MPB foi executado por instrumentistas e cantores de todas as idades que participam do projeto em 2019, , sob à regência da maestrina, Maria Alice Ramos Sena.

Concerto do Dia 08

A Orquestra de Ukulelê, da UFRJ, com direção musical do professor Vinícius Vivas, abriu o evento, interpretando sambas, choros e o famoso maxixe “Corta Jaca”, de Chiquinha Gonzaga e Machado Careca, composto em 1895. Essa composição fez grande sucesso, à época, e guarda uma polêmica que foi contada à plateia. A Orquestra de Ukulelê da UFRJ é “cria” do Projeto Toque e Se Toque.

As crianças flautistas do projeto deram um show à parte, sob a regência do professor Ricardo de Almeida Gonçalves.  Outra participação ficou por conta da turma de canto coral do Toque e se Toque .  Regida pelo professor maestro Rafael Costa, executou composições de Lulu Santos (De repente Califórnia), Gilberto Gil (Estrela) e Milton Nascimento (Encontros e Despedidas).

A apresentação do conjunto completo (ORQUESTOK) fechou o concerto,  com músicos de violão, cavaquinho, flauta, percussão e canto executou composições de Villa Lobos (Trenzinho Caipira), Caetano Veloso (Cajuína), Sérgio Sampaio (Eu quero botar meu bloco na rua), Geraldo Vandré (Disparada), Jorge Drexler (Idade do Céu), Roberta Campos (Minha Felicidade), de Silva (A visita), Gonzaguinha (Comportamento Geral), Ary Machado e Pedro de Sá (Chuá, Chuá), entre outras.O encerramento com o breve repertório natalino encantou o público. Um espetáculo emocionante!

CONCERTO DO DIA 21

O concerto do dia 21 encerrou o calendário de atividades do Projeto Toque e se Toque no ano de 2019.  O evento  teve a  participação especialíssima  do Coral Orquestra dos alunos do colegio Pedro II, regidos pelo maestro Rodrigo Russano, que realiza um trabalho de muita qualidade, aliando técnicas e sensibilidade  .

Além do Pedro II, participaram , ainda,  o Coral Tijucanto,  as crianças  e o grupo de canto coral do Projeto Toque e se Toque, que se apresentaram antes da Orquestok, que reúne todos os alunos .

Alice Ramos Sena, coordenadora e maestrina do Toque e se Toque, aproveitou a oportunidade para agradecer os licenciandos e professores do Projeto, bem como a  equipe do Centro da Música Carioca, destacando o administrador Rubens Corin.

Na ocasião, ela ressaltou os objetivos do Projeto e a sua importância .”Somos um projeto de extensão da Universidade Federal do RJ, e temos como objetivo um ensino de qualidade e propiciar aos licenciandos, futuros professores de música de nossa cidade, uma experiência consistente de educação musical”.

ORQUESTOK SE APRESENTOU NA SANTA ÚRSULA

A Orquestok se apresentou no dia 21 de novembro , como parte das comemorações dos 80 anos de aniversário da Universidade  Úrsula, em Botafogo,  que oferece cursos de graduação e pós-graduação.

No mês de dezembro, a orquestra tem programado mais dois concertos. O primeiro , no dia 08, será beneficente, com a bilheteria sendo destinada à Campanha de Financiamento do Projeto , iniciada em outubro de 2018.

AGENDA DA ORQUESTOK NESTE FINAL DE ANO

Data: 08 de dezembro

Concerto beneficente  da Orquestok – participação especial da Orquestra de Ukulelê

Horário:  11:00h

Local: Teatro do Centro da Música Carioca

Rua Conde de Bonfim, 824

Ingressos: R$ 30,00  e R$ 15,00 – meia entrada

Data: 21 de dezembro

Concerto de Encerramento do ano de 2019

Horário:  20:00h

Local: Teatro do Centro da Música Carioca

Rua Conde de Bonfim, 824

Entrada: Gratuita

TOQUE E SE TOQUE NA FARIA BRITO/OFICINA DA CRIANÇA NA BARRA

No sábado, 03/10, o Projeto Toque e se Toque foi convidado para participar do “Encontro Cultural , no Centro de Ensino Faria Brito/Oficina da Criança,  unidade Barra.  O tema do evento foi “Aprendendo a Empreender”.

Centenas de pais e alunos estiveram na ação, onde se envolveram na confecção e venda de produtos variados. De acordo com a direção, uma maneira divertida e descontraída de os alunos aprenderem o que é empreendorismo.

A Orquestok tocou e cantou músicas do repertório de 2019, dentre elas Quero Botar Meu Bloco na Rua,  Disparada e Cartomante. A direção da escola dedicou 5% de toda verba arrecadada no evento para a Campanha de Financiamento Coletivo do Toque e se Toque.  Durante o evento, foram distribuídos folders divulgando a finalidade do Projeto.

ORQUESTOK PARTICIPA DE ENCONTRO MUSICAL NO MUSEU DO EXÉRCITO

A Orquestok se apresentou no dia 26/9 do Encontro Musical, realizado pelo Museu do Exército, Conde de Linhares, em São Cristóvão.

Este foi o segundo ano que o Grupo participa do evento, sob a regência da maestrina Maria Alice Ramos Sena.

Fizeram parte do Encontro Musical, ainda, os corais Madrigal da Ilha do Governador; da Pediatria brasileira; Vozes da Mangueira e o Coral Semeando.

A 3ª Feijoada Musical , realizada 21/9

A 3ª Feijoada Musical , realizada 21/9, no Centro da Música Carioca, foi considerada um sucesso pelos organizadores.  Destinada a alavancar recursos para o Projeto Toque e se Toque, o evento teve a presença de mais de 250 pessoas e obteve uma arrecadação líquida de R$ 4.780,00.

A atração musical ficou por conta de alunos do Projeto, acompanhados da  BANDUSIN. Clássicos da MPB e do samba animaram o público, enquanto se deliciavam com a feijoada da Dinha e da Cássia, aprovada por todos.

O próximo evento está programado para o final do ano.

Maestrina Maria Alice após defesa de sua tese na UFF

Os alunos do Projeto Toque e se Toque se apresentaram no auditório da Universidade Federal Fluminense (UFF), no dia 06 de setembro, no Gragoatá, Niterói.

O evento ocorreu ao término da defesa da tese de doutorado da maestrina e coordenadora do Projeto, Maria Alice da Silva Ramos Sena, no Departamento de Psicologia daquela Universidade. O tema defendido foi  “Constituição das subjetividades dos professores de Música”.

Falando sobre a importância do Projeto na construção de sua tese, Alice Ramos ressalta ser o ápice de sua trajetória como professora de música, uma vez que no Toque e se Toque  constitui um elo entre as práticas da Música Popular Brasileira e a Música Erudita, estabelecendo uma resistência a um modo hegemônico de se aprender e ensinar música.

Além disso, o Projeto dá oportunidade de se experimentar caminhos de educação musical em diálogo com professores da rede pública de ensino e alunos de licenciatura em música da Universidade Federal do RJ ( UFRJ) , futuros professores de nosso país.

A emoção tomou conta dos alunos, especialmente após tocarem a música “Eu quero é botar meu bloco na rua, de Sérgio Sampaio, encerrando a noite em alto astral. “Estamos felizes por poder participar desse dia importante para todos nós. Este concerto foi especial, sendo dedicado à maestrina, disse Marta Carvalho, aluna da turma de cavaquinho .