Categorias
Noticias

Aulas de Iniciação Musical: aprendizagem e atividade lúdica durante a quarentena

Se já é difícil para adultos o isolamento social, para as crianças fica ainda mais complicado.

Com o retorno do Toque e Se Toque, no formato remoto, os pequenos da turma de iniciação musical estão tendo mais uma opção de atividade lúdica, além de se desenvolverem no conhecimento da música, enquanto permanecem em casa.

A professora Beatriz Vegara, ou tia Bia, conta que aos poucos os alunos estão se adaptando.

“É uma experiência nova para todos nós.

No início estranharam, afinal, não estavam acostumados. Tenho conversado muito com as crianças e enviado material como vídeos para que revisem as aulas.

Considero nossos encontros bem produtivos.

Percebo que o aprendizado é um pouco mais lento em comparação às aulas presenciais, quando podemos dar mais atenção e eles ficam mais focados. Mas por hora, é a melhor solução”, finaliza.

Beatriz Vegara é licencianda do Projeto, pela Escola de Música da UFRJ, atuando nas aulas de iniciação musical, para crianças, e flauta doce 2 para adolescentes e adultos.

Categorias
Uncategorized

Novas práticas didáticas em tempos de pandemia

Alunos da turma de ukulelê participaram da terceira aula “on line” do Projeto Toque e se Toque.
Antes, tiveram aula de prática de conjunto e percepção musical, que reúne cerca de 140 alunos inscritos, que estudam enquanto não retornam às aulas presenciais.
Eles puderam decidir se queriam ou não retornar remotamente. Mas ninguém será prejudicado, de acordo com a coordenadora Alice Ramos Sena, considerando que os conteúdos serão retrabalhadas.
Essa é uma experiência pioneira do projeto de extensão da UFRJ
que experimenta novas práticas didáticas durante o isolamento social imposto pela pandemia do Covid-19. O projeto Toque e se Toque é 100% presencial!
Oferecer a experiência de aula remota é uma iniciativa dos professores do Colégio de Aplicação da UFRJ, em parceria com a Escola de Música. O projeto de extensão alcança a sociedade com aulas gratuitas e é a prática docente dos licenciandos da UFRJ, onde os estudantes da Escola de Música aprendem a dar aula.

Categorias
Uncategorized

Segunda aula remota já mostra resultado positivo

O Projeto Toque e Se Toque realizou no sábado, 13/06, sua segunda aula por meio remoto.

De acordo com Alice Ramos Sena, coordenadora, não é fácil a montagem e preparação do curso, por este meio, mas vem proporcionando resultados positivos.

A constatação veio ao se deparar pelo vídeo, postado espontaneamente, pela aluna Paola Oliveira Berli, em sua primeira aula e contato com o instrumento ukulelê.

A coordenadora contou a emoção ao se deparar com a imagem da aluna feliz, praticando os primeiros acordes.

“Acordei exausta após as aulas do dia anterior.  Ensinar remotamente é cansativo, não apenas por dar a aula de Prática de Conjunto, mas também acompanhar os conteúdos , acompanhar todos os cursos , e orientar  os professores. E prossegue:

“Fica aquela dúvida, que não ocorre na aula presencial. Será que saiu tudo certo? Todos conseguiram conexão? Será que os alunos conseguiram acompanhar? Estamos dando conteúdo demais? De menos? Como saber, remotamente? Como avaliar e estabelecer caminhos que atendam a todos sem estar “ombro a ombro”.

Alice contou que acredita estar no caminho certo:

“Acordei cansada. Pronta para fazer faxina em casa e abri o celular para ver as notícias do dia. E o que encontro? Um depoimento incrível, espontaneamente produzido por uma aluna quase-criança, comemorando a sua primeira aula de Ukulele. Isso me deu mais força e alegria para prosseguir junto com demais professores utilizando o ensino remoto, até que essa pandemia passe e tudo volte ao normal. “Agradeço a aluno Paola por me confirmar o sentido da música, que é tudo de bom. Fiquei tão feliz com seu vídeo, que até esqueci dos problemas, do cansaço e encarei a faxina que tinha que fazer como uma festa”.

 

Categorias
Noticias

TOQUE E SE TOQUE RETORNA ÀS AULAS EM MODO REMOTO

Para a alegria de alunos e professores o Projeto Toque e se Toque retornou às aulas, neste sábado, 6/6, no modo remoto, usando a plataforma Zoom.
Cerca de 120 alunos estiveram conectados e atentos à aula de prática de conjunto, conduzida pela maestrina Alice Ramos Sena.
Desde o início da pandemia, o curso está paralisado respeitando as regras de isolamento.

No próximo sábado, 13, seguem as aulas de canto, cavaquinho, percussão, violão, ukulelê e de flauta, infantil e adulta. O Toque e Se Toque Remoto teve inscrição aberta para os alunos da turma 2020 que quisessem voltar a estudar durante o distanciamento social. Os alunos que não se inscreveram não terão qualquer perda pedagógica, esclareceu a maestrina no convite feito ao grupo. Ela está em contato com os alunos desde o início do isolamento, enfatizando que a música é uma grande aliada para vivermos este momento. A orientação para o grupo continua a mesma: “fiquem em casa e aproveitem para aprofundar o conhecimento”.